CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Brasil

STF aciona PF e MP por vazamento, pelo 247, do inquérito da Monte Carlo

Ministros Lewandowski e Ayres Britto teriam ficado estarrecidos com furo de reportagem do 247, que publicou a ntegra do processo contra o senador Demstenes Torres; Constituio Federal assegura o sigilo da fonte

STF aciona PF e MP por vazamento, pelo 247, do inquérito da Monte Carlo (Foto: Nelson Jr./SCO/STF)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 – A edição deste sábado do jornal O Globo noticia que o Supremo Tribunal Federal pretende acionar a Polícia Federal e o Ministério Público para investigar o vazamento dos dados secretos da investigação contra o senador Demóstenes Torres pelo 247, num furo de reportagem do editor Vassil Oliveira, responsável pelo Goiás 247. A Constituição Federal assegura aos jornalistas o sigilo da fonte. Leia, abaixo, matéria do jornal O Globo:

STF pede investigação sobre vazamento de dados de CPI

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Site Brasil 247 publicou pedido do MP para abertura de inquérito contra senador Demóstenes Torres

BRASÍLIA - O Supremo Tribunal Federal (STF) vai acionar a Polícia Federal e o Ministério Público Federal para apurar os responsáveis pelo vazamento de informações sigilosas do inquérito que tramita sob segredo de justiça na Corte para investigar ligações entre o bicheiro Carlinhos Cachoeira e o senador Demóstenes Torres (sem partido-GO). A decisão foi tomada na noite desta sexta-feira, depois que o relator do inquérito, ministro Ricardo Lewandowski, conversou longamente com o presidente do tribunal, ministro Carlos Ayres Britto. Ambos estavam consternados e consideraram absurdo o fato de dados sigilosos já estarem disponíveis a setores da imprensa. O site de notícias Brasil 247 publicou o pedido do Ministério Público para abertura de inquérito contra o senador Demóstenes.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Até agora, tiverem acesso ao inquérito os advogados das partes. Nesta sexta-feira,Lewandowski também liberou o acesso à CPI mista do Congresso Nacional que investiga as relações de Cachoeira, além do Conselho de Ética do Senado e da Comissão de Sindicância da Câmara dos Deputados, que investigam o envolvimento de parlamentares com o bicheiro. Como o presidente da CPI , senador Vital do Rêgo (PMDB-PB), não foi encontrado em seu gabinete, o inquérito ainda não foi entregue às comissões.

Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/pais/stf-pede-investigacao-sobre-vazamento-de-dados-de-cpi-4761617#ixzz1tLKP5Kut

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247,apoie por Pix,inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Cortes 247

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO