STF adia decisão sobre pedido de liberdade de Dirceu

A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal adiou nesta terça-feira 25 a decisão sobre um pedido de liberdade apresentado pela defesa do ex-ministro José Dirceu; único voto proferido foi o do ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo, que defendeu manter a prisão preventiva do ex-ministro

O ex-ministro José Dirceu disse que campanha de Dilma não deve ter salto alto
O ex-ministro José Dirceu disse que campanha de Dilma não deve ter salto alto (Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) adiou nesta terça-feira 25 a decisão sobre um pedido de liberdade apresentado pela defesa do ex-ministro José Dirceu.

O julgamento foi adiado após a defesa apresentar um agravo para fazer sustentação oral. O Ministério Público pediu vista para analisar o recurso.

O único voto proferido foi o do ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo. O magistrado defendeu manter a prisão preventiva contra o ex-ministro.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247