STF fatia inquérito e Andrea Neves será julgada pela Justiça de SP

lém de determinar a abertura de um novo inquérito contra o senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG) pela suspeita do crime de lavagem de dinheiro, o ministro do STF Marco Aurélio Mello também determinou o desmembramento da investigação contra a irmã do parlamentar Andrea Neves e o primo Frederico Pacheco; com a decisão, eles passarão a ser julgados pela primeira instância do judiciário paulista, já que foi ali que aconteceram as gravações feitas pela Polícia Federal após as delações premiadas de executivos do grupo JBS

andrea neves
andrea neves (Foto: Paulo Emílio)

247 - Além de determinar a abertura de um novo inquérito contra o senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG) pela suspeita do crime de lavagem de dinheiro, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Marco Aurélio Mello também determinou o desmembramento da investigação contra a irmã do parlamentar Andrea Neves e o primo Frederico Pacheco.

Com a decisão, eles passarão a ser julgados pela primeira instância do judiciário paulista, já que foi ali que aconteceram as gravações feitas pela Polícia Federal após as delações premiadas de executivos do grupo JBS.

O pedido de desmembramento foi feito pela defesa de Andrea, que alegaram que ela não possui foro privilegiado e, portanto, não pode ser julgada pelo STF. Nesta terça-feira, a Primeira Turma do STF determinou que Andrea e Frederico deixassem o presidio em Belo Horizonte para cumprir prisão domiciliar.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247