STF notifica Bolsonaro a explicar morte de Fernando Santa Cruz

Barroso notificou Jair Boslonaro pedindo que esclareça "eventuais ambiguidades ou divindades dos termos utilizados" em suas declarações sobre a morte de Fernando Santa Cruz

Jair Bolsonaro
Jair Bolsonaro (Foto: REUTERS/Adriano Machado)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF) deu prazo de 15 dias para para que Jair Bolsonaro apresente suas explicações sobre as declarações dadas sobre a morte de Fernando Santa Cruz, pai do presidente da OAB, Felipe Santa Cruz.

Barroso pede que Bolsonaro esclareça "eventuais ambiguidades ou divindades dos termos utilizados" em suas declrações.

A medida atende a um pedido de Felipe por meio de ação junto ao Supremo, depois que Bolsonaro afirmou que, se Santa Cruz quisesse saber como o pai tinha morrido, ele poderia contar.

Caso Bolsonaro não responda, poderá ser processado por calúnia contra a memória de Fernando Santa Cruz, e injúria contra Felipe Santa Cruz.

Em um vídeo publicado nas redes sociais em que aparece conrtando o cabelo, Bolsonaro afirmou que Fernando Santa Cruz foi morto por integrantes da AP, a Ação Popular, chamando o "grupo sanguinário".

De acordo com documentos oficiais da Aeronáutica, Fernando foi preso por agentes do Estado e desapareceu.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247