Stoppa: o S do Supremo é agora o S de submissão ao exército

O apresentador Leonardo Stoppa afirma que o Supremo Tribunal Federal (STF) já está completamente submisso às ordens do exército, resultado da omissão do poder judiciário na defesa do Estado Democrático de Direito; segundo o apresentador, a omissão do poder judiciário no Brasil é tamanha que o povo em sente mais sua falta; "É por essas e outras que Eduardo Bolsonaro sente-se a vontade para dizer que irá fechar o STF, o povo nem liga mais", lamenta; assista a íntegra do programa Léo ao quadrado

Stoppa: o S do Supremo é agora o S de submissão ao exército
Stoppa: o S do Supremo é agora o S de submissão ao exército

TV 247 - O apresentador Leonardo Stoppa, durante o programa Léo ao quadrado desta segunda-feira (22), afirmou que o Supremo Tribunal Federal (STF) já está completamente submisso às ordens do exército, resultado da omissão do poder judiciário na defesa do Estado Democrático de Direito.

No último domingo (21), Rosa Weber, ministra do STF e TSE, concedeu uma tímida coletiva de imprensa abordando a questão da fake news, não sinalizando que irá punir efetivamente a candidatura de Bolsonaro pelo uso de caixa dois, o que claramente é configurado como crime eleitoral.

Observando a postura de omissão do poder judiciário, Stoppa acredita que o STF já está todo dominado pelos militares, culpando as instâncias superiores pela situação degradante que o País encontra-se atualmente.

"Se na primeira tentativa de ferir o Estado Democrático de Direito o poder judiciário tivesse se movimentando, o Brasil não estaria neste caos", defende Stoppa.

Segundo o apresentador, a omissão do poder judiciário no Brasil é tamanha que o povo em sente mais sua falta. "É por essas é outras que Eduardo Bolsonaro sente-se a vontade para dizer que irá fechar o STF, o povo nem liga mais", lamenta.

Inscreva-se na TV 247 e confira o programa Léo ao Quadrado

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247