“Suspeição de Moro também atinge a sentença de Atibaia”, diz Pierpaolo Bottini

À TV 247, o advogado Pierpaolo Bottini demonstrou a tese de que, devido ao fato de Sergio Moro ter orientado a juíza do caso de Atibaia, Gabriela Hardt, a sentença também deve ser anulada. Assista

(Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O advogado Pierpaolo Bottini, um dos maiores criminalistas do Brasil, revelou à TV 247 a tese que levaria à restauração completa dos direitos políticos do ex-presidente Lula.

Ele aponta que, para tal, a sentença do caso de Atibaia deve ser anulada: “O Lula foi condenado em segunda instância em dois casos, o de Atibaia e o do triplex. O do triplex quem deu a sentença foi o juiz Sergio Moro, portanto, neste caso, a suspeição exige que ele seja anulado”, disse o criminalista.

Bottini explicou que, dado o fato de que Moro orientou a juíza do caso de Atibaia, este também deve seguir o mesmo curso: “No caso de Atibaia, a condenação foi dada pela juíza Gabriela Hardt. Existe uma discussão sobre se a suspeição atingiria também este processo. Eu particularmente entendo que sim, porque embora a juíza Gabriela tenha dado a sentença, toda a instrução e produção de provas foi feita pelo Sergio Moro”.

“Ou seja, os elementos que fundamentaram essa sentença foram produzidos por um juiz parcial”, concluiu. 

Inscreva-se na TV 247, seja membro e compartilhe:

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email