Suspensão das operações da Itapemirim tem caos e protestos em aeroportos (vídeos)

Às vésperas das festas, companhia cancelou todos os voos e suspendeu atividades com atrasos de salários e fim do plano de saúde dos trabalhadores

www.brasil247.com -
(Foto: Ilton Barbosa/Divulgação)


247 com Fórum - Diferentes aeroportos brasileiros registraram na noite desta sexta-feira (17) tumultos aglomerações e protestos de passageiros que tiveram seus voos cancelados após a suspensão das atividades da ITA, companhia aérea da empresa Itapemirim.

A aérea, por meio de nota divulgada na própria noite de sexta, anunciou que suspendeu todas as suas operações no país, por tempo indeterminado, por conta de uma “reestruturação interna”.

Clientes foram pegos de surpresa, perderam seus voos e, sem maiores explicações da empresa, relataram caos em aeroportos. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O cenário interno da empresa até o cancelamento dos voos era de atrasos de salários e benefícios de funcionários, suspensão do plano de saúde dos trabalhadores, dívidas com fornecedores, descumprimento de horários, cancelamentos de voos, atendimento criticado por clientes e envio de dados errados sobre número de passageiros para a Anac (Agência Nacional de Aviação Civil).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A Itapemirim, que iniciou suas operações no Brasil em julho deste ano teve que cancelar seus voos, segundo o Portal AEROFLAP, porque a Orbital, empresa que prestava serviços de solos, paralisou as atividades alegando falta de pagamento.

Em nota, a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) informou a companhia aérea “deve comunicar a todos os passageiros sobre cancelamento de voos, reacomodações e garantir atendimento integral”, além de garantir reembolso aos clientes.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Assista aos vídeos com protestos nos aeroportos:

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 

Inscreva-se no canal de cortes do 247 e assista:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email