Tacla Duran diz que Diogo Mainardi ainda será investigado

"Apoia mesmo [a Lava Jato] e bastante, porque quando parar de apoiar será investigado e processado", escreveu o ex-advogado da Odebrecht Tacla Duran em resposta à provocação do dono do site O Antagonista acerca das novas revelações da Vaza Jato

Tacla Duran diz que Diogo Mainardi ainda será investigado
Tacla Duran diz que Diogo Mainardi ainda será investigado (Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - O ex-advogado da Odebrecht Tacla Duran foi ao Twitter responder às provocações do dono do site O Antagonista, Diogo Mainardi. Duran afirmou que Mainardi ainda será processado e investigado.

Após as revelações da nova Vaza Jato sobre o apoio dado pelo site à Operação Lava Jato, Mainardi escreveu: "Só agora a bandidagem descobriu que eu apoio a Lava Jato?".

Tacla Duran afirmou que Diogo Mainardi será processado e investigado, no Brasil ou na Itália. "Vai um jantar no Gero...? Apoia mesmo [a Lava Jato] e bastante, porque quando parar de apoiar será investigado e processado... se não for no Brasil, talvez na Italia... Abraços".

PUBLICIDADE

"Em fins de 2018, a força-tarefa municiou com documentos o site comandado pelos jornalistas Diogo Mainardi, Mario Sabino e Claudio Dantas para alimentar notícias que evitassem que o ex-presidente da Petrobras Ivan Monteiro ocupasse a presidência do banco. Monteiro era o nome mais forte entre os cotados para assumir o BB, uma escolha do ministro da Economia Paulo Guedes – a ele era dado o crédito por ter salvado as contas da Petrobrás", diz um trecho da nova Vaza Jato.

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email