Tarso Genro: "Bolsonaro comete um crime verdadeiro de responsabilidade por dia"

Segundo o ex-governador Tarso Genro, o processo de impeachment contra Bolsonaro não funciona, “porque essa ordem de força paralela [as milícias e forças paramilitares subversivas dentro das polícias] está pressionando, trabalha alheia ao Estado de direito e influi nas decisões do parlamento”

Pedro Revillion/Palácio Piratini
Pedro Revillion/Palácio Piratini
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O petista Tarso Genro, em entrevista à Tutaméia TV, na quinta-feira, 7, afirmou que “[Jair] Bolsonaro comete um crime verdadeiro de responsabilidade por dia”. Segundo ele, o processo de impeachment contra ele não funciona, “porque essa ordem de força paralela [as milícias e forças paramilitares subversivas dentro das polícias] está pressionando, trabalha alheia ao Estado de direito e influi nas decisões do parlamento”.

“Se o parlamento não fosse majoritariamente seduzido e integrado com essas estruturas paralelas, evidentemente Bolsonaro já teria saído”, disse Genro. 

“Seria impichado e sairia algemado. Estaria preso. Porque tudo o que ele fez até hoje –seja em relação ao coronavírus, seja em relação a outras questões, seja em relação a golpes militares, em relação a ameaças ao CNJ e ao STF e ameaças ao próprio Congresso –não tem paralelo na história do Brasil”, declarou.

Veja a entrevista na íntegra na Tutaméia TV ou leia no site.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247