TCU: general Enzo gastou R$ 15 mi sem licitação

Comandante do Exrcito apontado em relatrio do Tribunal de Contas da Unio como autor de dispensas de licitaes no valor de R$ 15 milhes; caso envolve 28 oficiais; empresas contratadas pelo DEC, entre 2002-06, eram ligadas a militares



247 – O general Enzo Peri, comandante do Exército, se enrolou mais um pouco. Agora, no Tribunal de Contas da União. Ele que já é investigado, ao lado de outros sete oficiais, pela Procuradoria da Justiça Militar, aparece como figura principal de um relatório oficial do órgão. Entre 2003 e 2007, quando chefiou o Departamento de Engenharia e Construção do Exército (DEC), Peri teria dispensado licitações para contratos que somaram cerca de R$ 15 milhões.

Em lugar de abrir disputas para a prestação de serviços e execução de obras, ele teria efetuado a contratação de empresas ligadas a militares. O esquema envolveria 26 oficiais, entre eles 8 generais, 8 coronéis, 5 tenentes, 3 majores e 2 capitães, segundo apurou reportagem do jornal Folha de S. Paulo, de autoria de Marco Antônio Martins, publicada na edição de hoje.

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email