TCU recusa convite de jantar natalino com o investigado Temer

Integrantes do Tribunal de Contas da União (TCU), presidido pelo ministro Raimundo Carreiro, decidiram rejeitar um convite de jantar natalino feito por Michel Temer alegando desconforto em celebrar com um mandatário investigado e em situação de crise política

TCU recusa convite de jantar natalino com o investigado Temer
TCU recusa convite de jantar natalino com o investigado Temer (Foto: Rafael Carvalho)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Michel Temer não está com a popularidade em baixa "apenas" com 95% da população brasileira.

Integrantes do Tribunal de Contas da União (TCU) decidiram rejeitar um convite de jantar natalino feito por ele alegando desconforto em celebrar com um mandatário investigado e em situação de crise política, informa a Folha.

Segundo a reportagem, o convite foi feito ao presidente do tribunal, Raimundo Carreiro, que apresentou a proposta na semana passada aos demais colegas em sessão reservada. Três ministros foram contra a ida ao jantar, quatro não viram problema (incluindo Carreiro) e dois não se manifestaram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247