Temer promete que vai escrever um livro para 'passar a limpo' o seu governo

Denunciado por corrupção, alvo de dois processos na Câmara que acabaram arquivados após liberação de recursos aos parlamentares, e que assumiu o Planalto após um golpe parlamentar, Michel Temer afirmou que quando deixar o cargo, em janeiro do próximo ano, irá se dedicar a escrever um livro contando sua versão dos fatos no período em que esteve à frente da chefia do Executivo; "Quero passar a limpo essas coisas para que pelo menos a história recente possa mostrar a realidade dos fatos", disse 

Temer promete que vai escrever um livro para 'passar a limpo' o seu governo
Temer promete que vai escrever um livro para 'passar a limpo' o seu governo (Foto: Cesar Itiberê/PR)

247 - Denunciado por corrupção, alvo de dois processos na Câmara que acabaram arquivados após liberação de recursos aos parlamentares, e que assumiu o Planalto após um golpe parlamentar, Michel Temer afirmou que quando deixar o cargo, em janeiro do próximo ano, irá se dedicar a escrever um livro contando sua versão dos fatos no período em que esteve à frente da chefia do Executivo.

"Eu quero passar a limpo essas coisas para que pelo menos a história recente possa realidade dos fatos", disse Temer em entrevista à Rádio Jornal, de Pernambuco. Temer já publicou um livro de poemas em 2012 que foi alvo de críticas ácidas pela imprensa especializada.

Temer justificou o projeto afirmando que "está na hora de uma relativa aposentadoria". O emedebista, que também é advogado disse, ainda, que pretende trabalhar na elaboração de pareceres jurídicas e que irá se dedicar enquanto escritor na produção de livros técnicos e romances.

Sobre as denúncias feitas pela Procuradoria Geral ad República contra ele e que foram arquivadas pela Câmara, Temer disse que "aquelas chamadas denúncias foram praticamente impeachments que foram vencidos com o prestígio que eu tenho no Congresso, pelo relacionamento profícuo que tenho com parlamentares".

 

Ao vivo na TV 247 Youtube 247