Tereza Cruvinel: Alckmin na ofensiva

A colunista do Jornal do Brasil Tereza Cruvinel destaca que a desistência do pré-candidato do PRB, Flávio Rocha, faz parte do "esforço desesperado do tucano Geraldo Alckmin para tonificar sua candidatura, garantindo o apoio dos partidos do Centrão e impedindo que fechem com Ciro Gomes, do PDT"; apesar da movimentação de Alckmin, ela ressalta que "se isso vai melhorar seu desempenho nas pesquisas, são outros quinhentos"

Tereza Cruvinel: Alckmin na ofensiva
Tereza Cruvinel: Alckmin na ofensiva

247 - A colunista do Jornal do Brasil Tereza Cruvinel destaca que a desistência do pré-candidato do PRB, Flávio Rocha, faz parte do "esforço desesperado do tucano Geraldo Alckmin para tonificar sua candidatura, garantindo o apoio dos partidos do Centrão e impedindo que fechem com Ciro Gomes, do PDT". "Com o apoio dos quatro partidos médios e o tempo de televisão ampliado Alckmin calcula que poderá brigar por uma vaga no segundo turno", que tende a ser disputado por "Bolsonaro e o candidato do PT", avalia.

A jornalista observa, ainda, que "em sua ofensiva, o tucano lavrou outro tento esta semana ao anunciar que fechou acordo com o PSD" e que, "se o acordo for confirmado, a coligação tucana passa a contar com quatro partidos pequenos: PTB, PPS, PV e PSD". Para ela, "agora a briga é pelo apoio dos quatro partidos médios do Centrão: DEM, PRB, PP e SD".

"Os quatro partidos fazem hoje mais uma reunião sobre o rumo a tomar, agora com um fato novo na mesa, a desistência de Rocha", diz. "A unidade da centro-direita em torno de um só candidato dificilmente acontecerá mas uma agregação maior em torno de Alckmin pode ter começado. Se isso vai melhorar seu desempenho nas pesquisas, são outros quinhentos", acrescenta. 

Leia a íntegra da coluna.  

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247