Testemunha dá nova versão sobre acidente com Land Rover

Jornalista afirma que carro que matou administrador era dirigido por namorado, e no por Gabriella Guerreiro; vizinhos escreveram "homicdio doloso" no lugar do crime

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Depoimento prestado ontem à Polícia Civil causou reviravolta na investigação do atropelamento que matou no dia 23 o administrador Vitor Gurman, de 24 anos, em São Paulo. Vizinha do local do acidente, a jornalista Ingrid Basílio, de 48, afirmou que o motorista do Land Rover que atingiu o rapaz era o engenheiro Roberto Lima e não sua namorada, a nutricionista Gabriella Guerrero Pereira.

O depoimento contraria o que a nutricionista disse a policiais militares que atenderam a ocorrência. A morte do rapaz após seis dias em coma causou comoção e levou 400 pessoas a protestar no sábado à noite na Vila Madalena, zona oeste da capital paulista.

A nova testemunha mora em um prédio de seis andares, a 20 metros do local do acidente, na Rua Natingui. Ingrid afirmou ter sido “uma das primeiras” a chegar ao local, antes mesmo da PM, e contou ter visto Gabriella e Lima antes de serem tirados do veículo capotado. “Vi que ele estava no lugar do condutor. Era ele, não ela. No lugar do motorista estava ele e ela (estava) por cima. Ficou claro. Não tenho dúvida disso”, disse Ingrid, após depor no 14.º DP (Pinheiros).

O advogado da nutricionista, José Luiz Oliveira Lima, disse que a testemunha não diz a verdade. “Quem dirigia o Land Rover era Gabriella. Testemunhas que socorreram Gabriella, Roberto e Vitor confirmarão isso.” Segundo o advogado, PMs que chegaram após o acidente atestam a versão de sua cliente. “Em depoimento, eles contaram que pessoas que socorreram as vítimas disseram textualmente que era Gabriella quem dirigia.”

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email