Tribunal de Justiça de SP deve R$ 3 bilhões a servidores

Desembargador Ivan Sartori, presidente da corte, diz que ir pedir verbas ao governador Geraldo Alckmin para cobrir crditos atrasados ao menos dos funcionrios em situao de penria

Tribunal de Justiça de SP deve R$ 3 bilhões a servidores
Tribunal de Justiça de SP deve R$ 3 bilhões a servidores (Foto: MARCIO FERNANDES/AGÊNCIA ESTADO)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo, desembargador Ivan Sartori, informou que a corte deve quase metade do orçamento para 2012 a magistrados e servidores a título de créditos atrasados. "São R$ 3 bilhões a nosso ver. Já para associações de servidores são R$ 7 bilhões. (O valor) é relativo a férias (não aproveitadas), fator de atualização monetária, equivalência, licença-prêmio. Tudo isso, coisa devida que ficou lá", segundo reveleou ao Estado de S. Paulo. O orçamento do maior tribunal do País para 2012 é de R$ 6,8 bilhões.

O TJ é hoje alvo de investigação do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que mira os contracheques excepcionais em benefício de alguns magistrados - dois desembargadores receberam R$ 1 milhão cada; outros cinco, R$ 400 mil cada. Esses casos já estão sob análise do Conselho Superior da Magistratura e do Órgão Especial do TJ.

"Vou tentar buscar com o governador (Geraldo Alckmin). Uma hora vamos ter que conversar. Quero buscar pelo menos uma parte para os juízes, mais para os funcionários em situação de penúria. Tudo não sei se vou conseguir", disse Sartori.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email