TSE vai ouvir mais 2 delatores da Odebrecht em ação contra Dilma-Temer

Depois do depoimento do ex-presidente da empreiteira Marcelo Odebrecht, prestado nesta quarta-feira, os operadores de propina Hilberto Silva e Luiz Soares também serão ouvidos no processo que pede a cassação da chapa Dilma-Temer; os dois executivos davam fluxo aos repasses ilícitos da empreiteira, atuando no departamento de propinas da empresa

Logo da Odebrecht em edifício da empreiteira em Lima, no Peru. REUTERS/Janine Costa.
Logo da Odebrecht em edifício da empreiteira em Lima, no Peru. REUTERS/Janine Costa. (Foto: Gisele Federicce)

247 - O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) deve ouvir mais dois executivos da Odebrecht, delatores da Lava Jato, na ação que pede a cassação da chapa Dilma-Temer. O ex-presidente da empreiteira Marcelo Odebrecht foi ouvido nesta quarta-feira.

Os operadores de propina Hilberto Silva e Luiz Soares foram citados por Odebrecht em seu depoimento. Os dois executivos davam fluxo aos repasses ilícitos da empreiteira e atuavam no departamento de propinas da empresa.

Com isso, serão ao todo sete delatores da Odebrecht ouvidos nesse processo, que pode cassar o mandato de Michel Temer e destituí-lo da presidência da República. São ouvidos nesta quinta Benedicto Junior e Fernando Reis, e na próxima segunda-feira 6 serão ouvidos Cláudio Melo Filho e Alexandrino de Salles Ramos de Alencar.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247