Um mês depois da tragédia do Realengo, homenagem no bairro

Caminhada de pais e colegas das 12 vitimas do atirador da escola Tasso da Silveira, no Rio, lembra massacre

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

AE - Trinta dias após o massacre na escola municipal Tasso da Silveira, em Realengo, na zona oeste do Rio de Janeiro, cerca de 100 pessoas participaram de uma caminhada por ruas do bairro em homenagem às 12 crianças assassinadas pelo atirador Wellington Menezes de Oliveira. A mãe de Larissa, uma das vítimas, desmaiou ao final da passeata. A véspera do Dia das Mães foi de muita tristeza, choro e abraços em Realengo.

Vestindo camisetas com fotos das 12 crianças, os manifestantes seguravam cartazes e balões de gás brancos. Em frente à escola, eles cantaram o Hino Nacional, distribuíram rosas e soltaram pombas brancas, levadas em uma gaiola. Um carro de som tocava músicas evangélicas e do cantor Roberto Carlos.

"A dor e saudade pesam cada vez mais. O sentimento é de falta de expectativa. Muitos sonhos foram embora", disse Kátia, mãe de Rafael, morto na tragédia. A tia de Luiza, também assassinada, Cristina Machado, cobrou mais segurança nas escolas. "Tá na hora de mudar. Que as mortes não sejam em vão."

Outro manifestante segurava um cartaz pedindo psicólogos e assistentes sociais nas escolas. A prefeitura foi representada no ato pela subsecretária de Educação, Helena Bomeny. Estava prevista para fim desta tarde uma missa celebrada pelo arcebispo da cidade, d. Orani Tempesta.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email