Um recado mafioso de Paulo Preto para Serra

Arrecadador do PSDB dirá que “sua ética é a ética do Serra” na CPI do caso Cachoeira

Um recado mafioso de Paulo Preto para Serra
Um recado mafioso de Paulo Preto para Serra (Foto: Divulgação)

247 – O poderoso Paulo Vieira de Souza, que foi diretor da Dersa, responsável pelas obras do Rodoanel e arrecadou recursos para a campanha do PSDB em 2010, já ensaiou seu discurso para o depoimento na CPI do caso Cachoeira, que investigará contratos da Delta em São Paulo. “Minha ética é a ética do Serra”, é o que ele tem dito a amigos, segundo relato do jornalista Claudio Humberto. Leia:


PAULO PRETO DIRÁ NA CPI QUE SUA ÉTICA É A DO SERRA

O engenheiro Paulo Vieira de Souza, o “Paulo Preto”, revelou, ontem, a amigos que somente vai “elogiar” o ex-governador José Serra (PSDB), durante seu depoimento na CPI do Cachoeira, dia 29. “Afinal de contas, somos como irmãos siameses”, diz, em tom enigmático. Homem de confiança dos esquemas de arrecadação de dinheiro para o tucanato, Paulo Preto antecipa que dirá na CPI: “Minha ética é a ética do Serra”.

QUEM?

José Serra chegou a negar ser amigo de Paulo Preto, que reagiu lembrando que o ex-governador o conhece “muito bem”. 

FONTE

Paulo Preto foi diretor da Dersa, empresa pública paulista que cuida da infraestrutura de transporte e logística no governo de São Paulo.

CONEXÃO 

A Delta estaria por trás do Consórcio Nova Tietê, contratado pela Dersa para ampliação da Marginal Tietê, daí a convocação a depor na CPI.

DESVIO

O deputado Dr. Rosinha (PT-PR) acha que, na CPI, Paulo Preto poderá lançar luz sobre o suposto desvio de dinheiro público para o PSDB.


Conheça a TV 247

Mais de Brasil

Ao vivo na TV 247 Youtube 247