Vereador federal: Bolsonaro pede voto para o filho Carlos 'ajudá-lo em Brasília'

Em live nas redes sociais, Jair Bolsonaro também voltou a atacar o governador Flávio Dino e demonstrou incômodo com a liderança de Manuela D'Ávila em Porto Alegre

(Foto: Reprodução/Youtube)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Jair Bolsonaro pediu nesta quinta-feira (29) votos para o filho Carlos Bolsonaro, vereador e candidato à reeleição no Rio. Durante live semanal nas redes sociais, Bolsonaro justificou o voto no filho 02 dizendo que Carlos o ajudaria "bastante" em Brasília.

"Trabalha igual a um condenado nas mídias sociais, é meu filho, né? Sou suspeito para falar dele. Quem puder colaborar, não tem candidato ainda, ajude Carlos Bolsonaro a ser reeleito, porque vai continuar me ajudando bastante em Brasília", disse Bolsonaro ao lado da ministra da Agricultura, Tereza Cristina. 

Na mesma transmissão Bolsonaro voltou a atacar o governador do Maranhão, Flávio Dino, e também fez críticas à candidata a prefeita de Porto Alegre, Manuela D'Ávila, que lidera as pesquisas de intenção de voto

"Estive em um estado agora administrado pelo Partido Comunista do Brasil. Com todo respeito, é o segundo pior estado em quase todos os índices. São irmãos como nós, mas a administração do PCdoB ajuda a deteriorar esses números", acusou Bolsonaro, sem citar nenhum indicador sobre o Maranhão.

"Eu olho para Porto Alegre, meus irmãos, a 'gauchada' de Porto Alegre... Uma candidata do PCdoB está lá na frente. Pensa nas consequências, vejam o que esse partido defende, os problemas que esse partido cria para a família tradicional brasileira. Será que esse é o caminho certo?", questionou. 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247