Viagem de Temer com jato da JBS foi omitida de agenda oficial

Viagem realizada no dia 12 de janeiro de 2011 por Michel Temer e sua família para Comandatuba, na Bahia, com uma aeronave do empresário Joesley Batista, foi alterada pelo sistema do Palácio do Planalto no dia 18 de maio deste ano; compromissos na data, uma quarta-feira, se limitam a encontros com políticos e auxiliares

Viagem realizada no dia 12 de janeiro de 2011 por Michel Temer e sua família para Comandatuba, na Bahia, com uma aeronave do empresário Joesley Batista, foi alterada pelo sistema do Palácio do Planalto no dia 18 de maio deste ano; compromissos na data, uma quarta-feira, se limitam a encontros com políticos e auxiliares
Viagem realizada no dia 12 de janeiro de 2011 por Michel Temer e sua família para Comandatuba, na Bahia, com uma aeronave do empresário Joesley Batista, foi alterada pelo sistema do Palácio do Planalto no dia 18 de maio deste ano; compromissos na data, uma quarta-feira, se limitam a encontros com políticos e auxiliares (Foto: Gisele Federicce)

247 - A viagem realizada no dia 12 de janeiro de 2011 por Michel Temer e sua família para Comandatuba, na Bahia, com uma aeronave emprestada do empresário Joesley Batista, dono da JBS, não consta na agenda oficial do então vice-presidente no site do Palácio do Planalto.

De acordo com reportagem de Luciana Amaral, do portal UOL, a agenda foi alterada pelo sistema do Palácio do Planalto no dia 18 de maio deste ano. Os compromissos da data da viagem, uma quarta-feira, se limitam a encontros com políticos e auxiliares.

A matéria informa que se Temer e família viajaram a lazer, a ida não precisa constar na agenda oficial. Questionado, o Planalto não informou ao portal o motivo da viagem de Temer para a cidade baiana e o motivo pelo qual ela não consta na agenda oficial.

Denúncia recente da revista Época apontou que o Planalto alterou recentemente agendas antigas de Temer. As alterações foram feitas no dia em que foi deflagrada a Operação Patmos pela Polícia Federal, baseada em denúncias da delação da JBS, e que atingiu diretamente o senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG) e o próprio Temer.

Conheça a TV 247

Mais de Brasil

Ao vivo na TV 247 Youtube 247