Viúva de Ustra elogia fala de Bolsonaro sobre músico fuzilado pelo Exército

"Perfeita a resposta do presidente", postou no Facebook Joseita Brilhante Ustra, viúva do coronel Carlos Brilhante Ustra, que comandou o Doi-Codi de São Paulo durante a ditadura, sobre a declaração de Bolsonaro de que "o Exército não matou ninguém, foi um acidente"

Viúva de Ustra elogia fala de Bolsonaro sobre músico fuzilado pelo Exército
Viúva de Ustra elogia fala de Bolsonaro sobre músico fuzilado pelo Exército
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A viúva do coronel Carlos Brilhante Ustra, que comandou o Doi-Codi de São Paulo durante a ditadura, Joseita Brilhante Ustra, elogiou a declaração do presidente Jair Bolsonaro sobre o fuzilamento com 80 tiros, por militares do Exército, contra o carro de uma família no Rio de Janeiro no domingo passado 7, matando o músico Evaldo Rosa dos Santos.

"Perfeita a resposta do presidente", postou Joseita no Facebook. A frase de Bolsonaro sobre o caso foi: "o Exército não matou ninguém, foi um acidente".

Brilhante Ustra, reconhecido torturador do regime militar, já foi homenageado por Bolsonaro dentro da Câmara dos Deputados, durante a votação do impeachment de Dilma Rousseff.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247