Vladimir Palmeira pede eleições gerais já

Ex-deputado e líder estudantil em 1964, Vladimir Palmeira defende “para momentos excepcionais, saídas excepcionais”: “ Impeachment, parlamentarismo e intervenção militar são rupturas conservadoras, forjadas em gabinetes, para tirar Dilma sem mexer nas estruturas corrompidas de poder. A elas, devemos responder com uma ruptura democrática: a convocação imediata pelo STF de eleições gerais para a Presidência da República e para o Congresso Nacional”

Ex-deputado e líder estudantil em 1964, Vladimir Palmeira defende “para momentos excepcionais, saídas excepcionais”: “ Impeachment, parlamentarismo e intervenção militar são rupturas conservadoras, forjadas em gabinetes, para tirar Dilma sem mexer nas estruturas corrompidas de poder. A elas, devemos responder com uma ruptura democrática: a convocação imediata pelo STF de eleições gerais para a Presidência da República e para o Congresso Nacional”
Ex-deputado e líder estudantil em 1964, Vladimir Palmeira defende “para momentos excepcionais, saídas excepcionais”: “ Impeachment, parlamentarismo e intervenção militar são rupturas conservadoras, forjadas em gabinetes, para tirar Dilma sem mexer nas estruturas corrompidas de poder. A elas, devemos responder com uma ruptura democrática: a convocação imediata pelo STF de eleições gerais para a Presidência da República e para o Congresso Nacional” (Foto: Roberta Namour)

247 – O ex-deputado e líder estudantil em 1964, Vladimir Palmeira pede eleições gerais já.

“Para momentos excepcionais, saídas excepcionais”: “ Impeachment, parlamentarismo e intervenção militar são rupturas conservadoras, forjadas em gabinetes, para tirar Dilma sem mexer nas estruturas corrompidas de poder. A elas, devemos responder com uma ruptura democrática: a convocação imediata pelo STF de eleições gerais para a Presidência da República e para o Congresso Nacional”.

Segundo ele, “é necessário chamar imediatamente o povo brasileiro a democraticamente eleger novas lideranças para o Executivo e o Legislativo, com novas ideias, desta vez discutidas com a sociedade, sem estelionato eleitoral, para tirar o país da crise. Só o voto legitima, disse um dia a presidente. É nisto que acredito. Vamos resolver pelo voto" (leia aqui).

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247