Voo 447: segundo corpo é resgatado

Informao de Nelson Marinho (foto), presidente da associao dos familiares das vtimas. O primeiro corpo foi retirado na quinta

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Mais um corpo de uma das vítimas do voo 447 foi resgatado nesta sexta-feira, informou o presidente da Associação Brasileira de Famílias de Vítimas do Voo AF 447 ao portal G1. É o segundo corpo a ser retirado do mar desde quinta-feira. O avião, da Air France, caiu no Oceano Atlântico em 2009, com 228 pessoas a bordo. Nelson Marinho disse que recebeu e-mail de um embaixador francês, confirmando o resgate do corpo. Segundo Nelson Marinho, o texto estava escrito em francês. “A minha filha leu para mim e disse que um segundo corpo havia sido retirado do mar. Eles prometeram enviar um segundo e-mail em português e em inglês com novas informações”, disse Marinho na entrevista por telefone ao portal. Ele acrescentou que o embaixador chama-se Philippe Vinogradoff e tem sido o representante do governo francês junto aos familiares. Segundo a agência de notícias France Press, o Instituto de Pesquisas Criminais da Gendarmaria Nacional (IRCGN) da França confirmou a retirada do segundo corpo.

Marinho disse que espera que outros corpos sejam resgatados. "Eu tenho certeza de que, pela lei, todo corpo encontrado, seja onde for, deve ser retirado e identificado. Mesmo que eles não estejam completos. Os primeiros, que foram retirados do mar na época do acidente, também não estavam inteiros, tanto que os caixões nos foram entregues lacrados", disse ele, na entrevista ao G1.

Nesta sexta-feira, no Rio de Janeiro, o ministro da Defesa, Nelson Jobim, manteve o mesmo discurso. “Os corpos que foram encontrados serão retirados, evidentemente. Depois tem que saber quem são, fazer exame de DNA, etc. As coisas vão acontecer com normalidade”, disse ele, durante visita ao Conjunto de Favelas do Alemão, na Zona Norte do Rio.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email