Vox/247: Haddad vence Bolsonaro entre negros, com 33% a 24%

A histórica pesquisa Vox/247 apresentou um conjunto rico de dados sobre a segmentação do voto; não há muitas surpresas neste quesito, senão a conhecida subdivisão de classes da sociedade brasileira, que associa o conservadorismo – e, agora, o fascismo – aos mais ricos e escolarizados e o progressismo e o espírito de coletividade aos mais pobres e menos escolarizados; chama a atenção a vantagem que Bolsonaro ostenta entre os eleitores que se auto identificam como ‘brancos’: o candidato do PSL tem 41% de preferência neste segmento, enquanto Fernando Haddad (PT) tem 18%; entre negros, Haddad está à frente: 33% a 24%

Vox/247: Haddad vence Bolsonaro entre negros, com 33% a 24%
Vox/247: Haddad vence Bolsonaro entre negros, com 33% a 24%
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247  - A histórica pesquisa Vox/247 apresentou um conjunto rico de dados sobre a segmentação do voto. Não há muitas surpresas neste quesito, senão a conhecida subdivisão de classes da sociedade brasileira, que associa o conservadorismo – e, agora, o fascismo – aos mais ricos e escolarizados e o progressismo e o espírito de coletividade aos mais pobres e menos escolarizados. Neste escopo, chama a atenção a vantagem que Bolsonaro ostenta entre os eleitores que se auto identificam como ‘brancos’: O candidato do PSL tem 41% de preferência neste segmento, enquanto Fernando Haddad (PT) tem 18%. Entre negros, Haddad está à frente: 33% a 24%. 

Nas auto identificações indígena, amarela e parda, a vantagem de Bolsonaro se alinha aos números gerais, com leve equilíbrio entre os candidatos entre os pardos.

Os números são: indígenas (Bolsonaro 25%,, Haddad 19%), amarela (Bolsonaro 33%, Haddad 22%) e pardos (Bolsonaro 29%, Haddad 27%).

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247