Weintraub defendeu a prisão de ministros do STF em reunião citada por Moro

Segundo informações de quem assistiu ao vídeo da reunião que foi entregue ao STF, o ministro da Educação afirmou que “tem que mandar todo mundo para a cadeia, começando pelo STF”

Abraham Weintraub e ministros do STF
Abraham Weintraub e ministros do STF (Foto: Agência Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - No vídeo da reunião ministerial apontando pelo ex-ministro Sergio Moro como a que Jair Bolsonaro teria pressionado por interferência na Polícia Federal, que foi exibido nesta terça-feira aos investigadores, o também ministro Abraham Weintraub, da Educação, defendeu a prisão de ministros do Supremo Tribunal Federal (STF).

De acordo com reportagem do jornal O Globo, relatos de quatro pessoas que assistiram à gravação da reunião ministerial de 22 de abril dão conta que Weintraub afirmou que “tem que mandar todo mundo para a cadeia, começando pelo STF”.

O vídeo também teria falas da ministra da Mulher, da Família, e dos Direitos Humanos, Damares Alves, defendendo a prisão de prefeitos e governadores.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247