Weintraub pode ter usado passaporte diplomático para fugir do país e entrar nos EUA

Com as fronteiras fechadas para os brasileiros, conforme anunciado pelo próprio presidente Donald Trump, Weintraub só poderia ter entrado nos EUA usando passaporte diplomático, o que necessita da autorização da Casa Civil

Bolsonaro e Weintraub
Bolsonaro e Weintraub (Foto: Reprodução)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Respondendo a investigações no Brasil por racismo e no inquérito que apura ataques a ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), Abraham Weintraub anunciou a sua saída do governo na última quinta-feira (18).

Apesar disso, a exoneração não foi publicada oficialmente no Diário Oficial da União e o próprio Ministério da Educação confirmou que o ex-ministro está nos Estados Unidos, acrescentando que ele foi de avião comercial em classe econômica.

Com as fronteiras fechadas para os brasileiros, conforme anunciado pelo próprio presidente Donald Trump, Weintraub só poderia ter entrado nos EUA usando passaporte diplomático, o que necessita da autorização da Casa Civil, como enfatiza o jornalista Ricardo Abreu, da GloboNews.

O fato explica a não publicação de sua exoneração do cargo no Diário Oficial.

Nesta sexta-feira (19), deputados Rogério Correia (PT-MG), Padre João (PT-MG), João Daniel (PT-SE), Alencar Santana (PT-SP) e Paulo Pimenta (PT-RS) pediram a retenção do passaporte de Abraham Weintraub. No pedido, endereçado ao ministro do STF Alexandre de Moraes, os parlamentares argumentam que a saída de Weintraub do país poderá dificultar o andamento das investigações.

"Ele pode muito bem, a pretexto do serviço que prestar, fugir do Brasil com os crimes que ele está cometendo. A prisão dele é uma possibilidade real, depois que ele disse que iria prender ministros do Supremo e chamou os ministros duas vezes de vagabundos", disse o deputado Rogério Correia, em entrevista à Radio Itatiaia nesta sexta (19). 


A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247