'Vamos entrar em desobediência civil', diz o governador do Rio

O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, diz em entrevista à Folha de S.Paulo nesta sexta-feira (27) que a fala de Jair Bolsonaro sobre a crise do coronavírus em rede de TV foi um desastre, insta Bolsonaro a voltar à TV para desfazer o que fez e afirma que haverá desobediência civil sobre o isolamento social

Wilson Witzel, governador do Rio de Janeiro
Wilson Witzel, governador do Rio de Janeiro (Foto: Fernando Frazão - ABR)

247 - “Não vamos suspender isolamento. Se o ministro da Economia não tomar as providências que devem ser tomadas por iniciativa deles, vamos buscar outras ações. A economia não pode estar em primeiro lugar. Em primeiro lugar agora é preservar vidas. Ou o ministro da Economia age ou aqueles estados mais afetados vão agir e vão para o Supremo”, afirmou o governador do Rio de Janeiro.

“O ministro da Saúde vinha cumprindo [o isolamento social], mas ontem mudou seu discurso. Como autoridade da saúde do Brasil, confunde todo mundo, inclusive os governadores, e consequentemente coloca a população contra o governante. Então, nós vamos entrar na desobediência civil”, afirma o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel em entrevista à Folha de S.Paulo.

Brasil 247 lança concurso de contos sobre a quarentena do coronavírus. Participe do concurso

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247