Zanin: não há risco de prisão de Lula no momento

O advogado Cristiano Zanin Martins afirmou na tarde desta quinta-feira, 5, que não há risco iminente de prisão do ex-presidente Lula, após a decisão do STF que lhe negou o direito à presunção de inocência; "Não há risco de prisão no momento. O próprio TRF-4 já anunciou que não irá emitir ordem de prisão enquanto não esgotar a jurisdição de Porto Alegre", disse Zanin em entrevista coletiva; advogado afirmou que há vários outros instrumentos jurídicos que estão ao alcance da defesa de Lula para impedir sua prisão; "Entendemos que a sentença será reformada nos meios legais previstos, e não há qualquer ameaça à restrição de direitos. Só uma arbitrariedade poderia gerar restrição de direitos ao ex-presidente Lula"

O advogado Cristiano Zanin Martins afirmou na tarde desta quinta-feira, 5, que não há risco iminente de prisão do ex-presidente Lula, após a decisão do STF que lhe negou o direito à presunção de inocência; "Não há risco de prisão no momento. O próprio TRF-4 já anunciou que não irá emitir ordem de prisão enquanto não esgotar a jurisdição de Porto Alegre", disse Zanin em entrevista coletiva; advogado afirmou que há vários outros instrumentos jurídicos que estão ao alcance da defesa de Lula para impedir sua prisão; "Entendemos que a sentença será reformada nos meios legais previstos, e não há qualquer ameaça à restrição de direitos. Só uma arbitrariedade poderia gerar restrição de direitos ao ex-presidente Lula"
O advogado Cristiano Zanin Martins afirmou na tarde desta quinta-feira, 5, que não há risco iminente de prisão do ex-presidente Lula, após a decisão do STF que lhe negou o direito à presunção de inocência; "Não há risco de prisão no momento. O próprio TRF-4 já anunciou que não irá emitir ordem de prisão enquanto não esgotar a jurisdição de Porto Alegre", disse Zanin em entrevista coletiva; advogado afirmou que há vários outros instrumentos jurídicos que estão ao alcance da defesa de Lula para impedir sua prisão; "Entendemos que a sentença será reformada nos meios legais previstos, e não há qualquer ameaça à restrição de direitos. Só uma arbitrariedade poderia gerar restrição de direitos ao ex-presidente Lula" (Foto: Aquiles Lins)

247 - O advogado Cristiano Zanin Martins afirmou na tarde desta quinta-feira, 5, que não há risco iminente de prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, após a decisão do Supremo Tribunal Federal que negou ao ex-presidente o direito à presunção de inocência, após a condenação em segunda instância. 

"Não há risco de prisão no momento. O próprio TRF-4 [Tribunal Regional Federal da 4ª Região] já anunciou que não irá emitir ordem de prisão enquanto não esgotar a jurisdição de Porto Alegre", disse Zanin em entrevista coletiva.

O advogado afirmou que há vários outros instrumentos jurídicos que estão ao alcance da defesa de Lula para impedir sua prisão. "Entendemos que a sentença será reformada nos meios legais previstos, e não há qualquer ameaça à restrição de direitos. Só uma arbitrariedade poderia gerar restrição de direitos ao ex-presidente Lula", acrescentou. 

Assista à entrevista: 

 

 

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247