Jogadores da Alemanha protestam contra discriminação no Catar e censura da Fifa

Os jogadores da Alemanha se manifestaram e taparam a boca na foto oficial da seleção, protestando contra censura estabelecida pela Fifa

www.brasil247.com - Jogadores da seleção da Alemanha posam para foto oficial tapando suas bocas com as mãos antes de estreia na Copa do Mundo do Catar contra o Japão 23/11/2022
Jogadores da seleção da Alemanha posam para foto oficial tapando suas bocas com as mãos antes de estreia na Copa do Mundo do Catar contra o Japão 23/11/2022 (Foto: REUTERS/Annegret Hilse)


247 - Após a polêmica - entre as seleções europeias e a Fifa - sobre a braçadeira 'One Love', os jogadores da Alemanha se manifestaram e taparam a boca na foto oficial da seleção, registrada pouco antes do duelo contra o Japão, nesta quarta-feira (23). Havia uma expectativa sobre a utilização da braçadeira pelo capitão Manuel Neuer, mas ele entrou com uma faixa escondida por debaixo da manga da camisa. As informações são do portal Globo Esporte.

Pouco após o início da partida, a Federação Alemã se pronunciou através de uma nota oficial e confirmou que Neuer não utilizou a braçadeira da One Love, explicando os motivos para a decisão.

Inicialmente, a braçadeira utilizada por Neuer não apareceu nas imagens de transmissão, porque estava escondida por baixo da camisa desde o momento da entrada da seleção em campo. Pouco antes de iniciar a partida, contudo, o bandeirinha pediu para verificá-la enquanto Neuer fazia o aquecimento.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:


O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247