Agência europeia afirma que coágulos sanguíneos são efeitos colaterais "muito raros" da vacina da AstraZeneca

A Agência Europeia de Medicamentos (EMA) reafirma que os benefícios da vacina superam os riscos e que ela é eficaz contra a Covid-19. “A avaliação científica da EMA sustenta o uso seguro e eficaz das vacinas”, disse em um comunicado

(Foto: REUTERS/Dado Ruvic)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A Agência Europeia de Medicamentos (EMA) concluiu nesta quarta-feira (7) que os coágulos sanguíneos que emergiram em pessoas vacinadas com o imunizante da AstraZeneca e Universidade de Oxford devem ser listados como efeitos colaterais "muito raros".

A agência reafirma que os benefícios da vacina superam os riscos e que ela é eficaz contra a Covid-19. “A avaliação científica da EMA sustenta o uso seguro e eficaz das vacinas”, disse a agência em um comunicado.

Fatores de risco para a ocorrência dos efeitos colaterais não foram revelados por conta da escassez de dados.

A agência avaliou 62 casos de trombose do seio venoso cerebral e 24 casos de trombose da veia esplâncnica (no abdômen). Destes, 18 foram fatais. Os dados são dos países do Espaço Econômico Europeu e do Reino Unido.

A EMA orienta que os vacinados que apresentem os sintomas de falta de ar, dor no peito, inchaço na perna, dor abdominal persistente, dor de cabeça grave e persistente, visão turva ou pequenas manchas de sangue sob a pele se encaminhem imediatamente ao hospital.

Ainda nesta quarta, a agência admitiu que a formação de coágulos sanguíneos tem relação com a vacinação pelo imunizante, conforme revelado por Marco Cavaleri, chefe da estratégia de vacinação da EMA.

Inscreva-se no canal de cortes da TV 247 e saiba mais:

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email