Aos 98 anos, médico mais velho da França continua atendendo pacientes de coronavírus

Christian Chenay, aos 98 anos, fechou consultório e faz consultas virtuais, mas não abriu de visitar seus pacientes em uma casa de repouso. “Não posso abandoná-los”

Christian Chenay, 98 anos
Christian Chenay, 98 anos (Foto: Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O médico francês Christian Chenay, de 98 anos, precisou fechar seu consultório em Paris e organizar consultas virtuais por conta do coronavírus. Porém, não abriu mão de visitar seus pacientes em uma casa de repouso.

Ele é o médico mais velho da França e afirmou que sua mulher está amedrontada dele levar o coronavírus para casa. “E ela está certa”, reconhece. Entretanto, “não posso abandoná-los”, conta. “Eles não vão conseguir se virar sozinhos”.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247