Aplicação da 2ª dose da CoronaVac está suspensa em oito capitais por decisão irresponsável de Pazuello

Falta de estoque compromete esquema vacinal contra a Covid-19. Ministro Queiroga afirma que problema é resultado de decisão de seu antecessor, Pazuello

Vacinação
Vacinação (Foto: Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Neste domingo (2), a aplicação da segunda dose da CoronaVac está suspensa em oito capitais brasileiras. De acordo com o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, a interrupção é resultado da conduta de seu antecessor no comando da pasta, Eduardo Pazuello.

"[O atraso] decorre da aplicação da segunda dose como primeira dose", afirmou. "Logo que houver entrega da CoronaVac, [o problema] será solucionado."

Veja o levantamento publicado em reportagem do portal G1: 

Aracaju – processo interrompido por falta de estoque;

Belo Horizonte — processo interrompido por falta de doses;

Campo Grande – processo interrompido por falta de doses;

Fortaleza – lote entregue neste sábado (1º) não é suficiente;

Porto Alegre – processo interrompido por falta de estoque;

Porto Velho – até a chegada de nova remessa, prevista para os próximos dias, também não há expectativa de retomar a aplicação da vacina;

Recife – aplicação suspensa até 9 de maio por falta de estoque (recomeça em 10 de maio);

e Rio – suspensão por dez dias, e apenas a vacina de Oxford/Fiocruz está sendo distribuída (veja vídeo abaixo).

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email