Brasil ainda está sem controle da transmissão do coronavírus, indica cálculo

Pela 13ª semana consecutiva, a taxa de contágio (Rt) brasileira está acima de 1, o que significa aumento da velocidade de infecção pelo coronavírus

(Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O centro de acompanhamento de epidemias do Imperial College fez alguns cálculos apontando que o Brasil é um dos cinco países sul-americanos que ainda estão sem controle da transmissão de coronavírus. Pela 13ª semana seguida, a taxa de contágio (Rt) brasileira está acima de 1, o que significa aumento da velocidade de infecção. A taxa indica para quantas pessoas em média cada contaminado pela Covid-19 transmite o patógeno.

O País ocupa o segundo lugar no ranking mundial de confirmações (2,1 milhões) e mortes (81 mil) provocadas pela doença. Só perde para os Estados Unidos, com 4 milhões de infeccionados e 145 mil óbitos. 

Na semana iniciada neste domingo (19), o Rt calculado para o Brasil é de 1,01, o que mostra uma redução em relação à semana passada (1,03) e à anterior (1,11). As estatísticas sobre a taxa de contágio foram publicadas no jornal Folha de S.Paulo

Além do Brasil, apresentam transmissão acelerada a Argentina (1,3), a Colômbia (1,22), o Peru (1,05) e o Equador (1,01). A taxa da Venezuela é 1. O contágio está perdendo força na Bolívia (0,99) e no Chile (0,85).

Com 1,51, Israel tem a taxa mais alta entre os 31 países no mundo que ainda apresentam contágio em expansão.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247