Brasil ultrapassa 162 mil mortos pelo novo coronavírus

De acordo com o Ministério da Saúde, 18.862 novas infecções foram reportadas nesta sexta, com o total de casos no país atingindo 5.631.181

Cemitério Tarumã em Manaus. 15 de outubro de 2020
Cemitério Tarumã em Manaus. 15 de outubro de 2020 (Foto: Valdo Leão / Semcom)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

SÃO PAULO (Reuters) - O Brasil registrou nesta sexta-feira 279 novos óbitos em decorrência da Covid-19, o que eleva o total de mortes pela doença no país a 162.015, informou o Ministério da Saúde, embora números diários de cinco Estados não tenham sido computados devido a problemas técnicos.

A notificação de novos casos da doença provocada pelo coronavírus também foi impactada pelo incidente eletrônico. De acordo com a pasta, 18.862 novas infecções foram reportadas nesta sexta, com o total de casos no país atingindo 5.631.181.

O Brasil é o segundo país com maior número de mortes por coronavírus no mundo, atrás apenas dos Estados Unidos, e o terceiro em casos, abaixo dos EUA e da Índia.

Os Estados que não tiveram os números atualizados nesta sexta foram São Paulo (o mais afetado pela Covid-19), Santa Catarina, Amazonas e Tocantins. Já os dados referentes ao Amapá, que enfrenta um blecaute desde a noite de terça-feira, foram atualizados pela última vez na quarta.

O ministério afirmou ter identificado nesta sexta-feira um incidente em páginas web, fator que desconfigurou layouts de sites, mas acrescentou que dados e servidores da pasta não foram afetados e estão sendo preservados pelas medidas de segurança adotadas.

“A questão está sendo tratada pela equipe do DataSUS, e as páginas estão sendo restabelecidas... O Ministério da Saúde está revisando todas as camadas de segurança dos sistemas de Informação do SUS”, disse a pasta em nota, citando ainda a possibilidade de intermitência nos sistemas e na divulgação de informações durante o fim de semana.

O ministério havia informado na quinta-feira a identificação da existência de vírus em algumas estações de trabalho no ministério, mas disse que não há indícios de tentativa de invasão cibernética.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247