Brasil volta a superar média de mil mortes/dia por coronavírus depois de 5 meses

Número chegou a 1.016 mortos, o maior desde 11 de agosto de 2020. Já são mais de 203 mil óbitos e 8,1 milhões de casos da doença desde o início da pandemia. Cenário trágico traçado pelos infectologistas começa a se confirmar

Cemitério Nossa Senhora Aparecida – Manaus
Cemitério Nossa Senhora Aparecida – Manaus (Foto: Marcio James / Semcom)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Os números da tragédia da nova onda da pandemia começam a aparecer. O Brasil voltou a ultrapassar a média móvel de mil óbitos por dia na última semana, pela primeira vez desde o dia 11 de agosto. A previsão dos infectologistas está se confirmando: a conta do relaxamento nas precauções (isolamento social, uso de máscara e álcool gel) e das festas de fim de ano começa a chegar. A tendência é de números ainda piores nesta semana.

De acordo com o consórcio de de veículos de mídia conservadora, informa o UOL,  o país registrou 483 mortos nas últimas 24 horas. Ainda atingiu-se a média de 1.016 mortos por dia na semana, uma aceleração de 65% na variação de 14 dias.

Nenhum estado do país apresentou queda na média móvel — uma marca inédita até esta semana. O Distrito Federal e 17 estados tiveram aceleração, enquanto 9 mantiveram estabilidade.

Entre as regiões, todas apresentaram aceleração: Centro-Oeste (33%), Nordeste (28%), Norte (106%), Sudeste (95%) e Sul (40%).

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email