Chanceler indiano avisa que não pode enviar vacinas ao Brasil agora

O chanceler da Índia, Subrahmanyam Jaishankar, afirmou ao ministro das Relações Exteriores do Brasil, Ernesto Araújo, que não será possível enviar vacinas contra a Covid-19 agora para o País, uma vez que a Índia iniciará em breve a vacinação no país

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O chanceler da Índia, Subrahmanyam Jaishankar, afirmou ao ministro das Relações Exteriores do Brasil, Ernesto Araújo, que não será possível enviar vacinas contra a Covid-19 agora para o País.

Jaishankar disse que há "boa vontade" para atender ao apelo, porém há "dificuldades logísticas", uma vez que a Índia iniciará em breve a vacinação no país, que tem mais de 1 bilhão de habitantes, segundo reportagem do Valor.

O Brasil se precipitou ao anunciar o envio de uma aeronave para buscar na Índia duas milhões de doses da vacina. Na quinta-feira, 14, o governo indiano afirmou que as decisões sobre o fornecimento a países estrangeiros levarão mais tempo.

Na quarta-feira, 13, o Ministério das Relações Exteriores brasileiro informou que uma aeronave Airbus A330neo da Azul Airlines equipada com contêineres especiais deveria voar de volta de Mumbai com duas milhões de doses da vacina do Serum Institute of India e chegar ao país em 16 de janeiro.

Um avião contratado pelo governo brasileiro decolou na quinta de Campinas rumo à Índia para buscar as doses. A aeronave está em Recife, aguardando a liberação da carga para decolar rumo a Mumbai, onde os imunizantes são fabricados pelo laboratório Serum Institute.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email