Com quase 500 mil mortos, Bolsonaro afirma que infecção por Covid é 'mais eficiente que vacina'

Durante live nas redes sociais nesta quinta-feira (17), Jair Bolsonaro defendeu a tese de imunidade de rebanho e disse que quem já se infectou com o coronavírus está imunizado. Nas últimas 24 horas, país registrou 2.311 mortes por Covid-19

(Foto: Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - Jair Bolsonaro defendeu abertamente, na noite desta quinta-feira (17), a tese da imunidade de rebanho ao falar sobre a pandemia do novo coronavírus.

Durante live nas redes sociais, Bolsonaro disse que se infectar pelo vírus "é mais eficiente do que a vacina", o que é rejeitado pela maioria dos especialistas, já que os imunizantes não provocam mortes, enquanto o coronavírus já matou 496 mil pessoas no Brasil.

“Todos que já contraíram o vírus estão vacinados. Até de forma mais eficaz que a própria vacina, porque você pegou o vírus para valer. Então, quem pegou o vírus, não se discute, está imunizado”, disse Bolsonaro.

PUBLICIDADE

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a dispensa dos cuidados básicos, como o uso da máscara, só pode acontecer quando não há mais transmissão comunitária da doença e isso não depende apenas da vacinação.

Assista:

Leia matéria da Ansa Brasil sobre a situação da pandemia no Brasil:

O Brasil registrou mais 2.311 mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas, elevando o número total de óbitos confirmados desde o início da pandemia para 496.004, informou o Conselho Nacional de Secretários da Saúde (Conass) nesta quinta-feira (17).

Segundo boletim, o país ainda chegou a 17.702.630 casos desde o começo da emergência sanitária, com o acréscimo de 74.042 contágios em um dia.

PUBLICIDADE

A taxa de letalidade do coronavírus no Brasil é de 2,8% e a taxa de mortalidade por cada 100 mil habitantes subiu para 236,0. Já a média móvel de óbitos nos últimos sete dias chegou a 1.998, enquanto que a de novos casos é de 70.237, ambas com tendência de alta.

Ainda de acordo com o boletim do Conass, o ranking de estados com mais mortes pela Covid-19 é liderado por São Paulo (120.524), Rio de Janeiro (53.750), Minas Gerais (43.814), Rio Grande do Sul (30.163) e Paraná (29.199).

Já em relação aos casos confirmados, São Paulo também lidera, ultrapassando 3,5 milhões de contágios. Minas Gerais, com mais de 1,7 milhão, e Paraná, com mais de 1,1 milhão de casos, aparecem na sequência.

PUBLICIDADE

Os números brasileiros mantêm a nação na segunda colocação mundial na quantidade de mortes absolutas, atrás apenas dos Estados Unidos, que superou a marca de 600 mil óbitos, e na terceira nos casos após EUA, que têm mais de 33,5 milhões, e da Índia, com 29,7 milhões.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email