Coronavírus: Brasil registra 1.367 óbitos e tem pior número de mortes diárias em quatro semanas

Em 24 horas foram também confirmados 41.008 novos casos de Covid-19, resultando em um total de 2.159.654 casos

Funcionários de cemitério com roupa de proteção durante enterro de vítima da Covid-19 em Nova Iguaçu (RJ) 16/07/2020
Funcionários de cemitério com roupa de proteção durante enterro de vítima da Covid-19 em Nova Iguaçu (RJ) 16/07/2020 (Foto: REUTERS/Pilar Olivares)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O Brasil registrou nesta terça-feira (21) o pior número de mortes causadas pelo coronavírus em 24 horas nas últimas quatro semanas. Foram 1.367 novos óbitos, em um total de 81.587 brasileiros que perderam a vida para a Covid-19, de acordo com o Ministério da Saúde.

O País não vê um número tão alto de mortes diárias desde 23 de junho, quando registrou 1.374 mortos pelo coronavírus.

Nas últimas 24 horas foram também confirmados 41.008 novos casos de Covid-19, resultando em um total de 2.159.654 casos.

O Ministério da Saúde informa ainda que desde o início da pandemia 1.465.970 brasileiros se curaram da Covid-19.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247