Coronavírus: China descobre mais dois novos medicamentos

Testes realizados projetaram a capacidade do medicamento de impedir a multiplicação do vírus dentro do corpo humano

Coronavirus
Coronavirus (Foto: REUTERS / Agustin Marcarian)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A Academia Chinesa de Ciências (CAS) realizou um estudo que descobriu dois novos medicamentos específicos contra o coronavírus. A pesquisa publicada na revista "Science" indica a capacidade do fármaco de impedir a multiplicação do Sars-CoV-2 (coronavírus causador da Covid-19) dentro do corpo humano. A informação é do jornal O Globo

Testes com os medicamentos projetaram moléculas para bloquear a enzima protease, que por sua vez permitiria que o vírus conseguisse se multiplicar dentro do corpo humano, segundo a agência de notícias Ansa. 

Na Holanda foi descoberto um medicamento que atua contra a mesma enzima. E outra substância na Alemanha, que impede a entrada do vírus nas células do corpo humano.

"Assim, as quatro moléculas tornam-se candidatas a se tornarem os primeiros remédios a serem usados contra a Covid-19, uma doença da qual se sabe ainda muito pouco", afirma a Ansa. 

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247