Coronavírus: nova cepa é mais contagiosa e representa 50% dos novos casos no Reino Unido

A nova cepa do coronavírus, B. 1. 1. 7, registrada no Brasil pelo Instituto Adolfo Lutz, referência em São Paulo, não necessariamente é mais forte, apesar de ser mais contagiosa

Funcionária checa temperatura de passageiro no aeroporto de Guarulhos
Funcionária checa temperatura de passageiro no aeroporto de Guarulhos (Foto: REUTERS/Amanda Perobelli)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A nova cepa do coronavírus, registrada no Brasil pelo Instituto Adolfo Lutz, referência em São Paulo, é mais contagiosa e representa 50% dos novos casos no Reino Unido, onde apareceu pela primeira vez.

O novo vírus é uma mutação do do Sars CoV-2 (Covid-19), isto é, uma mudança que ocorre de forma aleatória no material genético - neste caso, no RNA. A variante é chamada de B.1.1.7 e já foi registrada em pelo menos outros 17 países.

Apesar de ser mais contagiosa, a nova cepa não necessariamente é mais forte. Estudos e acompanhamentos estão sendo feitos neste sentido.

O biólogo Nick Davies, da Escola de Higiene e Medicina Tropical de Londres (LSHTM), publicou um estudo, com outros médicos no Reino Unido, apontando que a nova versão é entre 50% a 74% mais contagiosa.

Por enquanto, de acordo com a OMS, ainda não há informação suficiente para determinar se a nova variante afetará a eficácia das vacinas, afirmando que pesquisas estão em andamento.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email