Covid-19: aumento da pandemia traz de volta filas para enterro em Manaus

Segundo o governo do estado do Amazonas, sete dos onze hospitais particulares da capital estão com 100% dos leitos destinados à Covid-19 ocupados. Nos hospitais públicos, a taxa de ocupação é de 90%

Sepultamentos no Cemitério Nossa Senhora Aparecida em Manaus. Causado pela Pandemia do Covid-19
Sepultamentos no Cemitério Nossa Senhora Aparecida em Manaus. Causado pela Pandemia do Covid-19 (Foto: Alex Pazuello/Semcom)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O novo aumento de contágio e mortes da pandemia da Covid-19 trouxe de volta as filas para o enterro de vítimas do coronavírus em Manaus, capital do Amazonas. 

Segundo o G1, na segunda-feira, 28, 38 pessoas foram enterradas em um cemitério na cidade, formando uma grande movimentação de carros funerários e familiares das vítimas, que enfrentaram filas para enterrar seus entes queridos.

Segundo o governo do estado, sete dos onze hospitais particulares da capital estão com 100% dos leitos destinados à doença ocupados. Nos hospitais públicos, a taxa de ocupação é de 90%.

No sábado, 26, o governo decretou o fechamento das atividades não essenciais por 15 dias, mas recuou diante de protestos de comerciantes e empresários, e permitiu que o comércio reabrisse nesta segunda com restrição de horário, mas com bares continuando fechados.

O Amazonas já tem mais de 196 mil casos da doença e mais de 5 mil mortes.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email