Covid-19 pode ter surgido em biolab dos EUA, diz Jeffrey Sachs

A Covid-19 não veio da natureza, mas foi uma liberação acidental "da biotecnologia de laboratório dos EUA", afirmou o economista e autor de renome mundial Jeffrey Sachs

www.brasil247.com - Jeffrey Sachs
Jeffrey Sachs (Foto: Reuters)


RT - A Covid-19 não veio da natureza, mas foi uma liberação acidental "da biotecnologia de laboratório dos EUA", afirmou o economista e autor de renome mundial Jeffrey Sachs. Ele falava em uma conferência organizada pelo think tank GATE Center, na Espanha, em meados de junho.

“Portanto, é um erro, na minha opinião, da biotecnologia, não um acidente de um transbordamento natural”, reiterou.

O acadêmico observou que, embora “não saibamos com certeza” se esse é o caso, há “evidências suficientes” apontando para isso, que “devem ser investigadas”. Sachs lamentou que esta versão, no entanto, “não esteja sendo investigada, nem nos Estados Unidos, nem em nenhum lugar”.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Em maio, Sachs, juntamente com o professor de farmacologia e terapêutica molecular da Universidade de Columbia, Neil Harrison, escreveu um artigo no Proceedings of the National Academy of Sciences, sugerindo que a Covid-19 se originou em um laboratório. No artigo, os dois acadêmicos pediram maior transparência por parte das agências federais e universidades dos EUA, argumentando que muitas evidências pertinentes não foram divulgadas.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Bancos de dados de vírus, amostras biológicas, sequências virais, comunicações por e-mail e cadernos de laboratório podem ajudar a esclarecer a origem da pandemia, de acordo com Sachs e Harrison. No entanto, nenhum desses materiais foi submetido a “escrutínio independente, transparente e científico”, argumentaram.

Como um indicador de que a Covid 19 se originou de um laboratório, os autores trouxeram à tona o fato de que uma sequência de oito aminoácidos em uma parte crítica da proteína spike do vírus é semelhante a uma sequência de aminoácidos encontrada em células que revestem as vias aéreas humanas.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Embora não haja evidências conclusivas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) concluiu em fevereiro de 2021 que o vírus provavelmente foi transmitido de um animal, possivelmente um morcego, para humanos.

O vírus altamente contagioso foi identificado pela primeira vez em Wuhan, na China, no final de 2019. Em seguida, espalhou-se rapidamente globalmente, com várias ondas ceifando milhões de vidas até maio de 2022, segundo a OMS.

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista: 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email