Estudos sobre cloroquina para tratar Covid-19 devem ser concluídos em dois meses

A médica Ludhmila Hajjar, pesquisadora em um grupo de Manaus, disse que o objetivo não é curar o vírus, mas amenizar os sintomas

(Foto: Marcello Casal Jr / ABR)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Estudos brasileiros sobre a utilização da cloroquina para tratar pacientes infectados com o novo coronavírus podem ser concluídos em cerca de dois meses, afirma matéria da CNN. Os estudos são feitos por dois grupos de pesquisa, um em Manaus, com 440 pacientes coordenados pela Fiocruz e pela Secretaria Estadual de Saúde; e outros em São Paulo, pelos médicos dos hospitais Albert Einstein, Sírio Libanês e Coração.

A médica Ludhmila Hajjar, envolvida no grupo de Manaus, se reunirá com Jair Bolsonaro nesta semana para discutir o tema. Para a CNN, ela disse que o objetivo não é curar o vírus, mas amenizar os sintomas. "A ideia é reduzir a gravidade da doença. O manejo desse doente não é simples. É necessário um conjunto de ações", afirmou.

"Cloroquina mais antibiótico, mais estrutura boa de UTI e com adequados recursos humanos e estruturais é chave do sucesso no tratamento dessa doença", ressaltou.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email