Fiocruz pede à Anvisa autorização para uso emergencial da vacina de Oxford/AstraZeneca

A Anvisa tem até 18 de janeiro para autorizar, ou não, o uso de 2 milhões de doses do imunizante que virão da Índia

(Foto: Reuters | ANVISA)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) pediu à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) na tarde desta sexta-feira (8) autorização para o uso emergencial de 2 milhões de doses da vacina contra Covid-19 desenvolvida pela Universidade de Oxford e pela empresa AstraZeneca.

As doses que a Fiocruz pretende disponibilizar aos brasileiros virão da Índia.

Cabe à Anvisa dar uma resposta ao pedido até 18 de janeiro, mesmo prazo para a CoronaVac.

Na manhã desta sexta-feira (8), a Agência também recebeu o pedido do Instituto Butantan para uso emergencial da CoronaVac, vacina produzida pelo laboratório chinês Sinovac.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email