Em colapso, Manaus pode importar oxigênio da Venezuela

A empresa fornecedora White Martins afirmou que a demanda por oxigênio na capital do Amazonas aumentou em cinco vezes nos últimos 15 dias por conta do aumento de casos de Covid-19

(Foto: Prefeitura de Jundiaí)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Revista Fórum - Em nota divulgada nesta quinta-feira (14), a multinacional brasileira White Martins afirmou que estuda a possibilidade de importar cilindros de oxigênio produzidos na Venezuela para fornecer aos hospitais de Manaus, que sofrem com o desabastecimento. Pacientes estão sendo transferidos às pressas e há relatos de muitas mortes.

“A White Martins já identificou a disponibilidade de oxigênio em suas operações na Venezuela e neste momento está atuando para viabilizar a importação do produto para a região”, afirmou a empresa em nota divulgada pela Veja e pelo G1.

Leia mais na Fórum.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email