Governo reconhece estrangulamento do sistema de saúde na nova fase da epidemia de coronavírus

Com o sistema de saúde em crise, o país encontra-se despreparado, sem testes e leitos suficientes para fase aguda da epidemia. Epidemia pode se acelerar em São Paulo, Rio, Ceará, Amazonas e Distrito Federal

O ministros da Saúde, Luiz Henrique Mandetta
O ministros da Saúde, Luiz Henrique Mandetta (Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A alta incidência de casos de coronavírus em quatro estados (São Paulo, Rio de Janeiro, Ceará e Amazonas) e no Distrito Federal indica que o Brasil poderá entrar agora em uma fase de aceleração descontrolada da epidemia nesses locais, segundo avaliação do novo boletim epidemiológico sobre a doença elaborado pelo próprio Ministério da Saúde. 

Reportagem da jornalista Natália Cancian na Folha de S.Paulo aponta que o governo reconhece o estrangulamento do sistema de saúde e as dificuldades para enfrentar uma possível fase aguda da epidemia.   

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email