Heleno quebrou quarentena por 'engano' e pode ter infectado presidente, vice e mais da metade do ministério

O nível de desorganização do governo é tal que o próprio ministro do GSI, General Heleno, violou a quarentena que lhe foi imposta por 'equívoco'. Heleno participou de reunião de três horas com presidente e vice-presidente, expondo o governo a um risco de apagão completo

www.brasil247.com - General Augusto Heleno
General Augusto Heleno (Foto: Marcos Corrêa/PR)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - Infectado com o novo coronavírus, o ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), Augusto Heleno, confessou que quebrou a quarentena antes da hora por um "engano". Heleno participou de uma reunião no Palácio do Planalto com o presidente Jair Bolsonaro, o vice, Hamilton Mourão, e com mais metade dos ministros.

A reportagem do jornal O Estado de S. Paulo destaca que "o ministro é um dos integrantes da comitiva brasileira que esteve em Miami entre 7 e 10 de março. Ao todo, 23 integrantes desta comitiva presidencial e outros brasileiros que se encontraram durante a viagem se infectaram com o novo coronavírus – Bolsonaro já fez dois testes que, segundo ele, deram negativo."

PUBLICIDADE

A matéria ainda informa que "em nota, Heleno disse que, após participar do encontro, na última quarta-feira, 25, por um período de três horas, foi alertado de que houve um engano e que ele deveria permanecer mais sete dias em isolamento na sua residência. Em fotos divulgadas pelo Planalto é possível ver que Heleno estava sem proteção e sentou ombro a ombro com colegas de ministério."

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email