Número de infectados por coronavírus no país é sete vezes maior, diz estudo

O estudo da Universidade Federal de Pelotas foi financiado pelo Instituto Serrapilheira, pela Unimed Porto Alegre e pelo Instituto Cultural Floresta, e os testes foram fornecidos pelo governo federal. Mais de 4 mil pessoas foram testadas

Agente de saúde com traje de proteção entra em hospital em Nova York
Agente de saúde com traje de proteção entra em hospital em Nova York (Foto: REUTERS/Brendan Mcdermid)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Estudo do Rio Grande do Sul, que coletou amostra de mais de 4 mil pessoas, informa que o número de infectados no Brasil é sete vezes maior do que foi registrado oficialmente. O projeto (Epicovid19) é coordenado pela Universidade Federal de Pelotas (Ufpel) e afirmou que cerca de 0,05% da população gaúcha deve ter sido contaminada.

Com 11,3 milhões de habitantes, o Estado deve ter cerca de 5.650 pessoas contaminadas pela doença. Nos dados oficiais, são apenas 747 casos - 7,5 vezes menor do que o número divulgado pela amostra da pesquisa.

Serão feitas outras três rodadas de pesquisa, uma por quinzena. Na semana que vem, farão um teste nacional. Cerca de 33 mil pessoas serão testadas a cada duas semanas. O estudo foi financiado pelo Instituto Serrapilheira, pela Unimed Porto Alegre e pelo Instituto Cultural Floresta, e os testes foram fornecidos pelo governo federal

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247