Osmar Terra é o parlamentar que mais publica fake news sobre coronavírus, segundo levantamento

A análise considerou os 1,5 mil tweets sobre o assunto com mais interações publicados por membros da Câmara dos Deputados e do Senado (incluindo suplentes e licenciados) entre 20 de fevereiro e 8 de abril. Eduardo Bolsonaro aparece em segundo lugar

www.brasil247.com -
(Foto: José Cruz/Agência Brasil)


247 - Cotado para assumir o Ministério da Saúde no lugar do médico Luiz Henrique Mandetta, o ex-ministro da Cidadania Osmar Terra (MDB-RS) é o parlamentar que mais divulga fake news sobre o novo coronavírus no Twitter, segundo levantamento do Radar Aos Fatos. A análise considerou os 1,5 mil tweets sobre o assunto com mais interações publicados por membros da Câmara dos Deputados e do Senado (incluindo suplentes e licenciados) entre 20 de fevereiro e 8 de abril.

Foram encontradas 159 postagens com desinformação veiculadas por 22 parlamentares e que somavam cerca de 1,58 milhão de interações no período. Terra foi responsável por 38 desses posts (23,9%) e 522.485 dessas interações (32,9%). No segundo lugar está Eduardo Bolsonaro cujas publicações tiveram 18% das interações, e Bia Kicis (PSL-DF), com 10%. Dos 22 parlamentares, 19 são da base do governo de Jair Bolsonaro - 12 do PSL, ex-partido do presidente, e outros sete de PSC, Republicanos, Podemos, PSD e, no caso de Osmar Terra, MDB.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O deputado gaúcho é é crítico às medidas de isolamento social, assim como Bolsonaro, e defende o uso da cloroquina contra o coronavírus, mesmo sem eficácia científica reconhecida pela Organização Mundial da Saúde.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email