Rússia inicia produção da EpiVacCorona, sua 2ª vacina contra coronavírus

Diretora do Serviço Federal de Defesa dos Direitos dos Consumidores e Bem-Estar Humano da Rússia, Anna Popova, informou que o Centro Vektor iniciou a produção da vacina EpiVacCorona. Ensaios clínicos após o registro do imunizante deverão contar com a participação de 40 mil voluntários

Foto de divulgação de amostras da vacina contra coronavirus desenvolvida pelo Instituto Gamaleya, de Moscou
Foto de divulgação de amostras da vacina contra coronavirus desenvolvida pelo Instituto Gamaleya, de Moscou (Foto: Fundo Russo de Investimento Direto/Divulgação via REUTERS)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Sputnik - Anna Popova, diretora do Serviço Federal de Defesa dos Direitos dos Consumidores e Bem-Estar Humano da Rússia (Rospotrebnadzor), informou que o Centro Vektor iniciou a produção da vacina EpiVacCorona.

"[Centro] Vektor começou a produção da vacina [EpiVacCorona]", afirmou Popova no fórum Sociedade Saudável.

Além do mais, a diretora do Rospotrebnadzor revelou que determinadas quantidades da vacina EpiVacCorona já estarão produzidas até o final do ano.

Ensaios clínicos pós-registro da vacina EpiVacCorona vão começar em breve, com participação de 40 mil voluntários, incluindo pessoas de mais de 60 anos e pessoas com doenças crônicas.

Recomenda-se que a vacinação aconteça com duas injeções intramusculares com intervalo de 14 a 21 dias e com dosagem de 0,5 mililitro.

É planejado que a vacina seja distribuída em massa no final de novembro ou dezembro.

A Rússia registrou oficialmente, em 11 de agosto, a primeira vacina anti-COVID-19 desenvolvida pelo Centro Nacional de Pesquisas de Epidemiologia e Microbiologia Gamaleya em cooperação com o Fundo Russo de Investimentos Diretos (RFPI, na sigla em russo).

Segundo os pesquisadores, a vacina Sputnik V gera até dois anos de imunidade e é composta por dois componentes: o adenovírus humano tipo 26 e o adenovírus humano recombinante tipo 5. O medicamento é administrado em duas doses com um intervalo de 21 dias.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247